Denny Torres - Novidades na era da informação

Como renomear múltiplos arquivos no Mac OS X

Uma tarefa nada agradável, que geralmente temos que enfrentar é ter que renomear vários arquivos para facilitar na organização dos mesmos. No sistema operacional da Apple, o Mac OS, existe um programa que executa esta árdua tarefa, o Automator. Aqui vou explicar como criar um fluxo de trabalho no programa para que ele renomeie vários arquivos de uma só vez.

Passo 1. Selecione todas as imagens que você deseja renomear e as coloque em uma pasta;

Passo 2. Abra o aplicativo Automator: Finder > Aplicativos > Automator ou pressione a tecla Command+Espaço para abrir o spotlight e digite Automator;

A tela inicial do programa é a que você visualiza na imagem abaixo. Nesta tela, você irá escolher o primeiro item “Fluxo de Trabalho”.

Abertura Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Passo 3. Depois de selecionado o item “Fluxo de Trabalho”, é necessário criar uma rotina para que o Automator execute. Na coluna da esquerda, selecione “Arquivos e Pastas”, após isso clique no item “Perguntar por arquivos do Finder” e o arraste para o Fluxo de trabalho;

Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Lembre-se de definir a pasta onde estão os arquivos a serem renomeados e marcar o item “Permitir Seleção Múltipla”, que está localizada logo ao lado da caixa de seleção “Tipo”.

Passo 4. Ainda no item “Arquivos e Pastas”, selecione o item “Renomear itens do Finder” e assim como no passo 2, clique e arraste-o para o Fluxo. Ao fazer isso, aparecerá o seguinte alerta;

Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Clique em “Não Adicionar” e o Automator irá deixar seu fluxo da seguinte maneira.

Automator, Fluxo 2 (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Logo que o Automator estiver conforme a imagem acima, configure a forma a qual os itens deverão se renomeados:

4.1 Na primeira caixa de seleção, escolha “Tornar Sequencial”
4.2 Selecione o segundo item do “Adicionar número a” e digite um nome de sua preferência.
4.3 Defina a posição do número sequencial no nome dos novos arquivos
4.4 Escolha como será separado o nome do número do novo arquivo

Passo 5. Após configurar o Automator, clique no item “Executar”, que encontra-se no canto superior direito da janela do programa;

Passo 6. Selecione os itens que deverão ser renomeados;

Seleção de itens no Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Passo 7. Verifique se a janela do Automator ficou com todos os itens em verde;

Final do fluxo do Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Passo 8. Abra a pasta dos arquivos e note que todos os arquivos estão renomeados;

Última tela do Automator (Foto: Reprodução/Joares Miranda)

Quando você tiver alguma tarefa que possui muita repetição, sempre vale uma pesquisa para ver se não existe uma maneira de fazê-la com o Automator.

Fonte: Techtudo

Como criar disco de boot do OS X Mavericks para seu Mac

Nas versões anteriores do OS X instaladas a partir da Mac App Store, esse procedimento ocorria por meio de gravação do arquivo InstallESD.dmg, mas as versões preliminares do Mavericks não funcionaram da mesma maneira (embora o autor do utilitário Lion DiskMaker tenha descoberto uma maneira de fazê-lo funcionar, com uma versão para o Mavericks que está quase saindo).

O interessante é que as últimas versões de teste do Mavericks vieram com um utilitário “escondido” dentro do pacote do seu instalador, chamado createinstallmedia, e o que ele faz é exatamente gerar um pen drive de instalação.

Por enquanto o seu uso ainda exige alguns passos meio místicos, mas certamente nos próximos dias alguém vai disponibilizar algum app que funcione como uma casca amigável para ele.

Como criar disco de boot do OS X Mavericks

No momento, os passos são os seguintes:

1. Pelo Utilitário de Disco, formate seu pen drive de 8GB (ou mais) com o formato “Mac OS Expandido (Reg. Cronologicamente)” e o nome de Mavericks1, como na imagem a seguir:

2. Certifique-se de que o instalador completo do OS X Mavericks está no seu computador (ele precisa estar na pasta /Aplicativos ou /Applications, dependendo de como você olhar)

3. No Terminal, digite o enorme comando a seguir:

sudo "/Applications/Install OS X Mavericks.app/Contents/Resources/createinstallmedia" --volume /Volumes/Mavericks --applicationpath "/Applications/Install OS X Mavericks.app/" --nointeraction

É tudo em uma linha, e cuidado com as aspas, espaços e duplos-hífens!

Não se assuste se demorar mais de meia hora, o processo é longo, e bem pouco feedback aparece na tela do Terminal.

Depois que terminar e o Terminal retornar para o prompt, você já pode usar seu pen drive – é só dar boot no Mac estando com ele espetado, e mantendo pressionada a tecla Option.

Fonte: br-mac

The dark side of Disney’s ladies

CategoriasBesteirol Tags:, ,

Factory images – Android 4.3

Já estão disponíveis, no site do Google Developers, as imagens de fábrica do sistema operacional, versão 4.3, para os dipositivos:

  • Nexus 4;
  • Nexus 7;
  • New Nexus 7 (versão 2013);
  • Nexus 10 e;
  • Galaxy Nexus.

GOOGLE DEVELOPERS

Como ativar a placa de vídeo dedicada de seu notebook (se tiver, é claro!)

nvidia-vs-ati

Alguns amigos compraram os novos modelos de notebook da DELL, com placa de vídeo dedicada para a utilização de softwares que necessitem de mais recursos gráficos, como Autocad, Revit ou mesmo alguns jogos.

Os novos notebooks, possuem duas placas de vídeo. Uma integrada (que utiliza parte da memória RAM do notebook) e uma com memória dedicada. Esta última, por padrão, ficam desativadas pois consomem mais energia que o normal. Somente são ativadas, automaticamente e se o notebook estiver ligado na tomada.

Mas se você precisar utilizar mais recursos gráficos mas não estiver ligado na tomada? como fazer?

Abaixo segue o passo-a-passo:

1) Vá em “painel de controle”, depois em “opções de energia”;
2) Clique em preferências;
3) “Alterar configurações de energia avançadas”;
4) No lado esquerdo da janela clique em “Energia”;
5) Clique em Gráficos alternáveis;
6) Em “Procurar” escolha o software que deseja carregar para trabalhar com alta performance;
7) do lado direito do ícone do software selecionado clique na aba para mudar para “Alta performance”;
8) Clique em “Aplicar”.

Espero ter ajudado

Qual a melhor placa de vídeo? Custo x benefício?

Pesquisando um pouco esse mundo vasto de placas de video, encontrei um site bem legal que mostra benchmark de várias placas de vídeo.

Com isso, eles compararam os resultados obtidos e dividiram pelo custo médio de cada placa de vídeo, o que resultou no gráfico abaixo.

Placas de video - custoxbenefício

Fonte: videocardbenchmark

Root para Nexus 4, Nexus 7, Nexus 10 e Galaxy Nexus

nexus-family

Root em 1 minuto para dispositivos Nexus

1. Como citado, um novo método. Mais fácil, mais rápido, sem problemas, e como em tantas outras vezes, vindo dos fóruns XDA. (…)

2. Identificar o modelo do dispositivo: cada modelo possui um nome de código, e para saber qual arquivo será utilizado é importante não falhar na identificação do modelo. A maneira mais rápida e fácil é através do Google Maps. Basta acessar “Mapas -> Configurações -> Sobre” e será encontrada uma seção chamada “Dispositivo”.

3. Baixar o arquivo correspondente ao modelo do dispositivo. Com o nome encontrado na etapa anterior, escolha o download apropriado que se encontra ao final desta nota. É um arquivo zip, e dentro temos as imagens para cada sistema operacional (Windows, Linux, Mac OS X).

4. Reiniciar em modo Fastboot: para fazer isso, é preciso ligar o dispositivo pressionando Power + Vol para baixo + Vol para cima.

5. Conectar o dispositivo ao computador por meio do cabo USB (é preciso estar com os drivers corretos instalados).

6. No PC, entrar no console e escrever as seguintes linhas, segundo o sistema operacional em uso.

Windows:
root-windows.bat

Linux:
chmod +x root-linux.sh
./root-linux.sh

Mac OS X:
chmod +x root-mac.sh
./root-mac.sh

Será iniciado o processo, fique atento para as indicações no computador e no dispositivo. Depois de concluído, o dispositivo terá acesso root. Note que, se você nunca fez isso antes, possivelmente serão apagados todos os dados do dispositivo. Logo abaixo você confere os links para download dos arquivos.

Download para Galaxy Nexus (yakju)

Download para Galaxy Nexus (takju)

Download para Nexus 4 (occam)

Donwload para Nexus 7 (nakasi)

Download para Nexus 7 (nakasig)

Download para Nexus 10 (Mantaray)

Fonte: mobilexpert

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 439 outros seguidores