Para quem não sabe, os tradicionais HDs mecânicos executam etapas mais complexas ao escrever ou apagar arquivos, comparados aos novos SSDs, os quais atuam diretamente nas memórias. Se você não “avisar” ao seu Mac que você substituiu seu HD por um SSD, ativando o recurso Trim ocasiona queda no desempenho de escrita e reduz sua vida útil.

Resumidamente se este recurso não for ativado, o SSD vai interpretar que as páginas que continham arquivos que, por ventura, tenham sido deletados continuam com esses arquivos. Assim, durante o processo de coleta de lixo, essas páginas são aproveitadas, ou seja, movidas para blocos vazios. Isso faz com que o SSD perca tempo de forma desnecessária, pois tais páginas contém dados que já foram apagados.

O suporte ao recurso Trim já está presente desde a versão Snow Leopard, mas somente nos equipamentos que já vem de fábrica com os SSDs incluídos, possuem este recurso já ativado pela Apple.

IMPORTANTE: Talvez o seu SSD não tenha suporte ao Trim. Recomendo consultar o site do fabricante antes para não perder seu tempo tentando.

No meu caso especificamente possuo no meu Mac um Samsung 840 pro. Conforme imagem abaixo retirada do site da Samsung me certifiquei que meu SSD possui suporte para Trim.

Em seguida, instalei um aplicativo muito bom (simples e eficaz), o Chameleon. Ele é gratuito e roda direto sem precisar instalá-lo na pasta de Aplicativos do Mac. Necessário reiniciar o sistema umas duas vezes e pronto.

RESULTADO:

Primeiro em “sobre meu Mac” consultei se meu SSD estava habilitado o Trim. A segunda imagem é após o procedimento.

A mudança é sensível. Recomendo!!!

Anúncios